A segurança é essencial em trabalhos onde a elevação de pessoas se faz necessária. Pois a ocorrência de acidente com cestas aéreas, cestos acoplados e cestos suspensos são imensos.

Então neste DDS vamos apontar dicas para que o trabalhador possa desempenhar a função com o máximo de segurança.

Todo equipamento utilizado para levantar e movimentar materiais ou pessoas de um local para outro são chamados de equipamento de guindar. Sabendo disso, é preciso estar atento aos requisitos de seguranças que esses equipamentos devem possuir.

São inúmeros os termos e equipamentos: cestas aéreas,cestos acoplados e cestos suspensos.

A Norma Regulamentadora 12 em seu anexo XII, define esses equipamentos. Vamos a um resumo:

·      Cesta aérea – é utilizado para elevação de pessoas, dotado de braço móvel, articulado, telescópico ou misto, com ou sem isolamento elétrico.

·      Cesto Acoplado – Caçamba ou plataforma acoplada a um guindaste para elevação de pessoas, com ou sem isolamento elétrico.

·      Cesto Suspenso – é formado pelo sistema de suspensão e a caçamba ou plataforma suspensa por equipamento de guindar;

Todos eles devem seguir especificações do fabricante e requisitos para sua utilização em trabalho em altura.

Mas é preciso se atentar que o cesto suspenso só pode ser usado nas atividades em que é inviável o uso de cesta aérea ou cesto acoplado. Para isso essa inviabilidade deve ser comprovada através de laudo técnico e emissão de ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) e emitida uma permissão de trabalho para utilização de cestos suspensos.

Vamos a alguns pontos que devem ser considerados:

·      Os equipamentos devem possuir pontos de ancoragem para cinto paraquedista;

·      Os controles do equipamento devem estar bem identificados e protegidos;

·      Possuir dispositivos de travamento de segurança nos controles;

·     Dispositivos de emergências que possibilitem a operação e movimentação dos braços e rotação da torre em caso de emergência;

·      Dispositivo de parada de emergência nos comandos superior e inferior;

·     Válvulas de retenção nos cilindros hidráulicos das sapatas estabilizadoras e válvulas de retenção e contrabalanço nos cilindros hidráulicos do braço móvel a fim de evitar movimentos indesejáveis;

·      Sistema estabilizador com indicador de inclinação instalado.

·     É proibida a movimentação de carga, exceto as ferramentas, equipamentos e materiais necessários a atividade.

·      As ferramentas, equipamentos e materiais não podem ter dimensões e peso que possam trazer risco ou desconforto aos trabalhadores;

·      As cestas devem ser dotadas de sinalização de segurança e uma placa de identificação;

Além de tudo isso, antes do início das atividades é necessário inspecionar os equipamentos, veículo e ferramentas para que a atividade seja desempenhada com o máximo de segurança.

O uso de EPIs e o treinamento são primordiais a segurança do trabalhador! Use essas dicas para sua segurança.


Herbert Bento
Herbert Bento

O DDS Online foi fundado em 2009 e tornou-se referência no ramo de diálogos de segurança do trabalho. A missão do DDS Online é compartilhar as boas práticas de trabalho para que os brasileiros possam voltar sadios para suas famílias depois de um dia de serviço!