NR 17 – Ergonomia

Muitas pessoas pensam que é o ser humano que se adapta ao ambiente corporativo, mas em termos de qualidade de vida no trabalho é o ambiente físico que precisa se adaptar ao funcionário para que lhe seja proposto o máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente, aumentando sua produtividade e satisfação pessoal. As condições do […]
10/10/2012

Muitas pessoas pensam que é o ser humano que se adapta ao ambiente corporativo, mas em termos de qualidade de vida no trabalho é o ambiente físico que precisa se adaptar ao funcionário para que lhe seja proposto o máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente, aumentando sua produtividade e satisfação pessoal.

As condições do ambiente de trabalho incluem aspectos relacionados ao levantamento, transporte e descarga de materiais, ao mobiliário, layout, aos equipamentos, máquinas, higiene, ambiente salubre, adaptável a qualquer necessidade especial e às condições ambientais do posto de trabalho, e à própria organização das atividades.

A Ergonomia (ou Fatores Humanos) é uma disciplina científica relacionada ao entendimento das interações entre os seres humanos e outros elementos ou sistemas, e à aplicação de teorias, princípios, dados e métodos a projetos a fim de otimizar o bem estar humano e o desempenho global do sistema.

Classificação quanto à contribuição da ergonomia:

Ergonomia Física

Ocupa-se das características da anatomia humana, antropometria, fisiologia e biomecânica, relacionados com a atividade física.

Os estudos antropométricos, ou seja, aqueles que analisam as medidas do corpo humano, possibilitam a classificação de biótipos que são utilizados para o dimensionamento de máquinas, equipamentos e ferramentas de trabalho, visando o melhor desempenho humano na realização das tarefas.

Sendo também utilizados, junto ao dimensionamento de máquinas, equipamentos e ferramentas em relação as capacidades do ser humano em operá-los, numa decorrência de estudos da ação humana em condições de estresse, dos fatores fisiológicos e psicológicos envolvidos.

Ergonomia Cognitiva

Ocupa-se dos processos mentais, como a percepção, a memória, o raciocínio e a resposta motora, relacionados às interações entre as pessoas e outros elementos de um sistema.

Os principais aspectos da Ergonomia Cognitiva são:

• Carga mental,

• Processos de decisão,

• Desempenho especializado,

• Interação homem-máquina,

• Confiabilidade humana,

• Estresse profissional e

• Formação na sua concepção pessoa-sistema.

Os tópicos relevantes incluem:

• Carga mental

• Tomada de decisões

• Interação homem-computador

• Estresse

• Treinamento

• Ergonomia Organizacional

Ocupa-se da otimização dos sistemas sócio técnicos, abrangendo estruturas organizacionais, políticas e processos.

Os tópicos relevantes incluem:

• Comunicações

• Projeto de trabalho

• Programação do trabalho em grupo e projeto participativo

• Trabalho cooperativo

• Cultura organizacional

• Organizações em rede

• Gestão

Condições Ergonômicas que dão origem a comportamentos inseguros e inadequados dos trabalhadores, com risco de acidentes:

– Layout inadequado;

– Inexistência de ferramentas para execução de tarefas;

– Ferramenta imprópria;

– Falta ou inadequação para movimentação de materiais;

– Posição forçada do corpo ao fazer o trabalho;

– Plataforma ou escada inadequada ou inexistente;

– Piso inadequado;

– Válvulas de acionamento difícil;

– Esforços intensos por falta de lubrificação e/ou manutenção;

– Sobrecarga de trabalho ligada a tarefa;

– Sobrecarga de trabalho ligada a duração da jornada;

– Alturas excessivas de armários ou suportes;

– Equipamento ou maquinário inadequado;

Quais os Possíveis Efeitos da Má Postura?

• Dor no Pescoço

• Dor nas costas

• Dor nos braços ou ante-braço

• Dor nas mãos

• Sensação de cansaço

• Desconforto

• Outros problemas de saúde (LER / DORT)

• A melhor coisa é prevenir estes problemas

• Mantenha-se sempre na postura NEUTRA;

• Postura neutra pode significar um dia mais produtivo e mais confortável para você.

A ergonomia deve ser aplicada em todo tipo de empresa, segmento, porte, quantidade de funcionário e atividades. A preservação e promoção da saúde do trabalhador é fator para ser tratado a curto, médio e longo prazo, nunca perdendo o foco de promoção da qualidade de vida.



Fundado em novembro de 2008, o DDS Online contribui para a área de Segurança e Saúde Ocupacional através da divulgação de temas para DDS e cursos online.

Nos siga

© 2022 Escola da Prevenção - Herbert B Faria Treinamentos CNPJ 18.768.540/0001-85 Todos os direitos reservados.