Neste DDS vamos conversar sobre a Classificação de Perigos, mais precisamente sobre o Sistema Globalmente Harmonizado de Classificação e Rotulagem de Produtos Químicos, o GHS.

Essa sigla imensa que acabamos de falar se trata de uma abordagem técnica desenvolvida para definir os perigos específicos de cada produto químico.

E para manter a saúde e segurança dos trabalhadores que têm contato com esses produtos é importante que os perigos que eles podem causar sejam bem apresentados e identificados.

Então vamos lembrar que essas informações estão disponíveis tanto pelos rótulos quanto pela Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos, ou FISPQ.

O GHS, define os perigos dos produtos químicos, cria processos de classificações que são usados em comparação a critérios de perigo já definidos e faz a comunicação dessas informações em rótulos e na FISPQ.

Vamos então aos riscos classificados pelo sistema GHS:

São classificados quanto a “Perigos Físicos” e “Perigos a Saúde”, ou seja, um refere-se a danos externos (lesões por ácido por exemplo) e o outro a danos internos (inalação de gases).

Quanto a Perigos Físicos:

·      Explosivos

·      Gases Inflamáveis

·      Aerossóis inflamáveis

·      Gases oxidantes

·      Gases sob pressão

·      Líquidos inflamáveis

·      Sólidos inflamáveis

·      Substâncias ou misturas auto-reativas (substâncias sujeitas a combustão)

·      Líquidos pirofóricos (são elementos ao entrar em contato com a umidade do ar entram em ignição)

·      Sólidos pirofóricos

·      Substâncias ou misturas susceptíveis de auto aquecimento

·      Substâncias ou misturas que, em contato com a água, liberam gases inflamáveis

·      Líquidos oxidantes

·      Sólidos oxidantes

·      Peróxidos orgânicos

·      Corrosivos aos metais

Quanto a Perigos à Saúde

·      Toxicidade aguda

·      Corrosão/Irritação da pele

·      Lesões oculares graves/irritação ocular

·      Sensibilização respiratória ou dérmica

·      Mutagenicidade em células germinativas

·      Carcinogenicidade (que provoca o aparecimento de um carcinoma/câncer)

·      Toxicidade à reprodução

·      Toxicidade sistêmica para órgão alvo-exposição única

·      Toxicidade sistêmica para órgão alvo-exposição múltipla

·      Perigo de aspiração

Quanto a Perigos ao meio ambiente

·      Toxicidade aquática aguda

·      Toxicidade aquática crônica

o   Potencial de bioacumulação

o   Degradabilidade rápida

Os símbolos e pictogramas são utilizados em basicamente todos os rótulos. É necessário conhecer as simbologias e os padrões utilizados. Inclusive as palavras de advertência como “Perigo” para os perigos mais severos e “Aviso” para os perigos menos severos ( o que não descarta que seja um perigo, fique atento).

A informação é poder, nesse caso é com essa informação que vocês vão saber com o que estão lidando e como se proteger da melhor forma, com EPIs por exemplo.

Esperamos contribuir para o crescimento de suas informações e que traga mais segurança para seu ambiente laboral. Até a próxima!

Fontes:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Sistema_globalmente_harmonizado_de_classificação_e_rotulagem_de_produtos_químicos

http://www.unece.org/trans/danger/publi/ghs/ghs_rev04/04files_e.html

http://www.protecao.com.br/upload/protecao_protegildo/149.pdf

https://www.abiquim.org.br


Herbert Bento
Herbert Bento

O DDS Online foi fundado em 2009 e tornou-se referência no ramo de diálogos de segurança do trabalho. A missão do DDS Online é compartilhar as boas práticas de trabalho para que os brasileiros possam voltar sadios para suas famílias depois de um dia de serviço!