Segundo dados recentes da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil apresenta índices de mortes no trânsito três vezes maior do que o considerado aceitável: são 18,3 mortes a cada 100 mil habitantes por ano, contra menos de seis em países como Alemanha e Grã-Bretanha.




Por isso é tão importante que os motoristas tenham a consciência de sua responsabilidade e coloquem sempre a segurança em primeiro lugar – adotando cuidados simples (mas muitas vezes ignorados por motoristas imprudentes) que podem evitar acidentes e salvar muitas vidas.

Veja algumas dicas de segurança:

– Esteja sempre atento à distribuição da carga em seu caminhão para garantir uma melhor estabilidade;

– Não se esqueça de posicionar os retrovisores para que ofereçam o maior ângulo de visão possível e reduzam os pontos cegos;

– Nas curvas, não use os freios: dê preferência à redução ou ao freio motor;

– Faça todas as revisões do veículo nos prazos previstos;

– Mantenha uma distância segura de outros veículos em vias de alta velocidade;

– Antes de fazer uma curva ou mudar de pista, dê a seta com bastante antecedência, para que outros veículos próximos do seu tenham tempo de reduzir a velocidade;

– Usar o cinto de segurança é essencial e reduz drasticamente o número de vítimas fatais em acidentes;

– À noite, nas estradas, cuidado com o farol alto, para não prejudicar a visibilidade dos motoristas que vêm do outro lado da via;

– Em veículos com freios ABS, em caso de emergência, pise no pedal do freio com firmeza;

– Nunca fale ao celular quando estiver dirigindo

Álcool




Dirigir sob o efeito de álcool é perigoso tanto para o motorista quanto para outros usuários das rodovias. Isso porque, este tipo de droga reduz a habilidade de controlar as más condições do trânsito, prejudica a capacidade de julgamento de situações e induz o motorista a desrespeitar as normas de trânsito, sem considerar suas consequências. Além disso, afeta a visão, o que impede uma avaliação correta da velocidade de seu carro ou dos outros e a distância em que se encontra em relação a outros veículos. Os especialistas alegam que, mesmo consumindo em pequenas quantidades, o risco existe.

Motorista sob o efeito do álcool:

➢ sente um falso estado de bem-estar

➢ sensação de euforia

➢ excesso de confiança

Lei

Limite de álcool no sangue é de 0,6 grama por litro consumido. A multa para quem dirige acima do limite permitido é de R$957,70 (novecentos e cinquenta e sete reais e setenta centavos) e suspensão do direito de dirigir e retenção do veículo – até a apresentação de condutor habilitado – e recolhimento do documento de habilitação.

Para não ser pego de surpresa e correr o risco de provocar um acidente na estrada, o carreteiro deve ficar atento a alguns itens:

➢ Pressão pneumática do sistema;

➢ O tempo de enchimento do reservatório de ar;

➢ Se há vazamento de ar;

➢ Muita água nos reservatórios pneumáticos;

➢ O funcionamento das válvulas de freios;

➢ O curso das câmaras de freios;

➢ Desgaste das lonas e dos componentes de freios;

➢ Se o veículo trava as rodas durante uma frenagem

Seja um motorista consciente: adote a direção defensiva e garanta a sua segurança e a dos outros motoristas!


Herbert Bento
Herbert Bento

O DDS Online foi fundado em 2009 e tornou-se referência no ramo de diálogos de segurança do trabalho. A missão do DDS Online é compartilhar as boas práticas de trabalho para que os brasileiros possam voltar sadios para suas famílias depois de um dia de serviço!