Direção defensiva pode ser definida como a perícia de um motorista para conduzir de forma correta e segura o seu veículo, reduzindo assim as chances de se envolver em acidentes de trânsito.

É uma atitude perante o trânsito, visando à prevenção de acidentes.

A direção defensiva pode ser tanto preventiva (que visa à prevenção dos acidentes, devendo ser uma atitude constante do motorista) ou corretiva (que visa à consideração da possibilidade de um acidente ocorrer).

O motorista deve estar preparado a se defrontar com situações em que terá de agir de maneira rápida e perspicaz para evitar um acidente em uma situação que não estava prevista.

Passa pela postura defensiva de um motorista saber evitar acidentes considerando a possibilidade de uma postura errada vinda dos outros motoristas.

Não basta só ir nas aulas teóricas em que o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) é estudado.

Mesmo após ministradas as aulas e terminado as horas necessárias, é importante sempre estar relendo os principais pontos para conhecer seus direitos e deveres no trânsito com os outros motoristas e com os pedestres.

A atenção é extremamente necessária

O condutor deve estar atento a tudo que acontece a sua volta, para que possa prever possíveis posturas inadequadas de outros motoristas e tenha tempo de reação para conseguir evitar algum acidente.

A tomada de decisão é extremamente importante, pois muitas vezes você precisará se decidir rápido sobre o que fazer em situações inesperadas, por isso é necessário estar sempre preparado para o imprevisível.

Atitudes que devemos tomar que colaboram na direção defensiva

• Posicionar os espelhos antes de sair com o carro de modo a diminuir ao máximo os pontos cegos;

• Fazer uma limpeza regular nos pára-brisas;

• Evitar dirigir caso esteja com sono, com fadiga;

• Entender que a pressa pode levá-lo à ter um acidente ou até mesmo tirar a vida de uma pessoa inocente;

• Evitar a distração na direção;

• Todos passageiros do carro devem usar sempre o cinto de segurança;

• É essencial aos motoristas ter noção dos primeiros socorros,que podem fazer a diferença em um acidente mais sério;

• Evitar tomar remédios que causarão efeitos colaterais que poderão atrapalhá-lo caso precise dirigir;

• A manutenção periódica do veículo é importante;

• Checar as regulagens do motor, o alinhamento da direção, o balanceamento das rodas, checar os freios- fazer um “check-up” periodicamente em seu carro para não ser surpreendido em algum momento inoportuno;

• Ter consciência de como proceder em dias de chuva ou com muita neblina: dirigir mais cautelosamente; reduzir a velocidade; ligar os faróis; evitar passar em vias que você não conhece; evitar locais muito esburacados ou com pistas de terra.

Se todos motoristas tentarem colocar mais em prática a direção defensiva, com certeza teremos uma enorme redução nos índices de acidentes no trânsito.

Por que não começar fazendo a sua parte?

Para complementar sua segurança leia também o DDS “Uso do cinto de segurança diminui ou até evita traumatismo“.


Herbert Bento
Herbert Bento

DDS Online é referência quando se trata de diálogos de segurança do trabalho. Sua missão é compartilhar as boas práticas de segurança para que os brasileiros não percam a saúde devido ao trabalho! Quer receber puro "Conteúdo SST"? Entre no Grupo Silenciado Conteúdo SST onde só eu posto puro conteúdo SST de segunda a sexta.