Hoje vamos conversar sobre um assunto que está muito comum em nosso dia a dia, a depressão. E infelizmente, ainda hoje, não é vista como uma doença, o que pode ter consequências graves.

Preconceitos e estigmas que costumam ser associadas a transtornos psicológicos podem resultar em tratamentos mal realizados e recaídas.

Mas antes, vamos entender o que é depressão

A depressão é um distúrbio afetivo que são representadas por uma tristeza profunda, perda de interesse generalizado, falta de ânimo, apetite, ausência de prazer e oscilações de humor, que podem chegar a pensamentos suicidas.

Lembre-se, apenas um profissional poderá diagnosticar com 100% de certeza se a pessoa está com depressão. Na dúvida, sempre procure um profissional qualificado.

Vamos relacionar aqui mais alguns sintomas da depressão:

·      Baixa autoestima;

·      Apatia ou Agressividade;

·      Perda de sono ou sono de má qualidade;

·      Mudança no Apetite;

·      Falta de interesse, inclusive nas atividades laborais e relações pessoais;

·      Dificuldade de concentrar-se no trabalho;

·      Memória afetada;

·      Cansaço e fadiga;

·      Choro frequente;

·      Absenteísmo (padrão habitual de falta ou atraso no processo de trabalho);

·      Queda na produtividade;

·      Incapacidade/dificuldade de realizar ou finalizar tarefas laborais.

·      Alto grau de pessimismo;

·      Medos que antes não existiam;

·      Raciocínio mais lento;

·      Angústia;

Alguns sintomas físicos podem ser associados a depressão:

·      Dores de barriga;

·      Má digestão;

·      Azia;

·      Constipação;

·      Flatulência;

·      Dores pelo corpo e cabeça.

Agora já sabemos o que é e os possíveis sintomas: mas você deve estar pensando, o que pode causar a depressão?

Vamos mostrar as principais causas da depressão:

·      Pressão e exigência exacerbadas;

·      Situações estressantes por tempo prolongado;

·      Assédios (moral, sexual);

·      Mau relacionamento interpessoal;

·      Bullying (atos de violência física ou psicológica intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo ou grupo de indivíduos, causando dor e angústia e sendo executadas dentro de uma relação desigual de poder)

·      Falta de reconhecimento e recompensa;

·      Horários mal distribuídos;

·      Excessos no trabalho;

·      Riscos de acidentes laborais;

·      Medicações específicas (ex.: isotretinoína usada para tratar acne);

·      Morte ou perda (o luto);

·      Genética (um histórico familiar de depressão aumenta o risco);

·      Doenças graves (ex. câncer);

·      Vícios.

Como podemos lidar com essa situação:

·      Identificar o quadro, para que haja intervenção na equipe como um todo, na empresa e no próprio colaborador que está sofrendo com a doença;

·      Realizar palestras, reuniões e medidas de conscientização para que os colaboradores saibam como lidar e ajudem a pessoa a enfrentar a situação;

·      Caso necessário, efetuar o remanejo do cargo;

·      A empresa poderá criar subsídios para ajudar no tratamento, desde o custeio do mesmo ao promover um ambiente de trabalho com condições adequadas para a melhora do funcionário;

·      Empatia é importante para que a pessoa se sinta acolhida e encorajada a enfrentar a situação;

·      Exercícios físicos diários se possível;

·      Técnicas de relaxamento;

·      Rituais religiosos e religiosidade;

·      Arte-terapia;

·      Lazer;

·      Qualidade de sono;

·      Alimentação saudável e balanceada;

·      Prevenção e cuidados de outras doenças físicas, se existirem.

Antes de concluir, lembre-se: sempre que houver dúvidas procure um profissional qualificado, e siga as dicas para um bem estar melhor no ambiente de trabalho.

Até a próxima!

Fontes:

https://www.pfizer.com.br/noticias/Depressão-é-doença-e-precisa-de-tratamento-adequado

https://pt.wikipedia.org/wiki/Depressão_(humor)

https://www.minhavida.com.br/saude/temas/depressao

http://www.protecao.com.br/upload/protecao_protegildo/167.pdf

https://pt.wikipedia.org/wiki/Absenteísmo

https://pt.wikipedia.org/wiki/Bullying


Herbert Bento
Herbert Bento

O DDS Online foi fundado em 2009 e tornou-se referência no ramo de diálogos de segurança do trabalho. A missão do DDS Online é compartilhar as boas práticas de trabalho para que os brasileiros possam voltar sadios para suas famílias depois de um dia de serviço!