Neste DDS vamos falar sobre o “quase acidente”.

Primeiro, me responda a essa pergunta: se você estiver envolvido em uma situação de quase acidente, o que você vai fazer ?

Você ignora e esquece o assunto?

Ou relata o caso para garantir que nunca mais irá ocorrer?

Obviamente o correto é relatar o quase acidente.

Se uma situação perigosa ou de quase acidente acontecer, você deve relatar imediatamente a área de segurança do trabalho ou ao responsável da sua área.

Deve ser iniciada logo uma investigação, para determinar porque aconteceu e como poderá ser evitada no futuro.

Por exemplo:

Se uma ferramenta cair de uma área de trabalho mais elevada, o que fazer ?

Talvez a solução seja manter a área desimpedida, com as ferramentas bem guardadas e instalar um rodapé na superfície superior para evitar a queda de objetos.

Outra medida de segurança é isolar a área inferior para evitar a passagem de outros colaboradores, mesmo com capacetes.

Quase Acidente

É comum situações perigosas e de iminente risco em obras industriais e paradas para manutenção de máquinas e equipamentos.

Geralmente, o planejamento do projeto possui um escopo explicitando as atividades a serem realizadas e estabelecem prazos.

Mas, podem acontecer atrasos na entrega de materiais e equipamentos…

Com isso, os serviços acabam não se desenvolvendo conforme o programado e aí surgem inúmeras situações não previstas.

Isso pode dar origem às atividades sobrepostas: trabalho em altura, montagens, solda, corte à quente, pintura, etc.

É nesse momento que os profissionais da área de prevenção devem atuar de forma mais eficaz e ficar muito atentos.

A engenharia precisa do serviço pronto e a equipe de segurança almeja o índice zero acidente.

Será que esses dois objetivos distintos podem ser alcançados ao mesmo tempo ?

Vejamos:

Existem empresas que tem esses requisitos como objetivos distintos, enquanto outras os vêem como uma meta global onde um depende do outro para acontecer.

Partindo desse princípio, a segurança do trabalho encontra caminho para executar um excelente trabalho, a começar pela orientação e conscientização dos colaboradores.

Através de treinamentos consegue-se evitar ocorrências indesejadas: os acidentes de trabalho.

O requisito inicial para eliminar as situações perigosas e possíveis acidentes é seguir procedimentos!

Contudo, é preciso ter embasamento numa boa política de Segurança e Saúde Ocupacional.

Ela é quem fornece uma base e estrutura para desenvolver qualquer trabalho relativo à segurança e saúde do trabalhador.

Um dos principais métodos usados no monitoramento de situações perigosas e mitigação é delatar os incidentes ou situações de risco, seja de pessoas, equipamentos, meio ambiente, etc.

É por meio deles que podemos encontrar riscos que estavam ocultos …

… ou que não foram devidamente identificados e tratá-los!

Isso garante que os serviços serão executados e os funcionários não terão sua integridade física lesada.

Após relatar uma ocorrência, é importante dar acompanhamento.

Cobre de seu chefe e de seus colegas de trabalho a eliminação dos riscos e ajude a prevenir um acidente.

Leve a sério qualquer caso de quase acidente, mesmo se ninguém se machucar.

Você pode estar salvando a vida de alguém ao prevenir um acidente grave no futuro.

Esse tema foi gentilmente cedido por Devania S. Agradecemos a Devania pela gentileza.


Herbert Bento
Herbert Bento

O DDS Online foi fundado em 2009 e tornou-se referência no ramo de diálogos de segurança do trabalho. A missão do DDS Online é compartilhar as boas práticas de trabalho para que os brasileiros possam voltar sadios para suas famílias depois de um dia de serviço!