Com o aumento de roubos em patrimônios públicos e privados ao longo dos anos, a segurança patrimonial foi reforçada para maior segurança dos funcionários e clientes, com diversas ferramentas, como câmeras de monitoramento, seguranças patrimoniais localizados em pontos estratégicos, identificação de usuários e visitantes e até cães treinados para atacar um possível invasor.

Em se tratando do profissional “Segurança Patrimonial”, temos uma questão a ser considerada, que é sua qualidade de vida no trabalho. Trabalham muitas horas por dia, ambientes insalubres como, temperaturas extremas – exposição ao calor ou frio intenso, ruídos, atenção em todo tempo aguçada, atendimento ao público, mudança de postos e em alguns casos até monotonia extrema.

Esse profissional deverá receber uma atenção especial no fator qualidade de vida no trabalho, onde envolve:

– Acompanhamento psicológico

– Alimentação adequada

– Preparo físico

– Motivação

– Ginástica Laboral

– Treinamento

Com esses preceitos é possível diminuir o sofrimento que a profissão causa no colaborador, pois irá desenvolver uma rotina saudável como:

– Antes, durante e depois da jornada executar atividade que irá promover a circulação sanguínea, fator que é agravado pelo motivo de permanecer muito tempo em uma única posição.

– Ter disponível um profissional ou serviço que possa contar para aliviar as tensões psicológicas, como um profissional da área, assistente social ou programas de ouvidoria para o colaborador.

– Alimentação balanceada para a boa nutrição do organismo e suficiente para fornecer energia caso se encontre frente a um ataque. Evitar jejum prolongado. O ideal é se alimentar a cada três horas.

– O sono é um fator importante para esses profissionais que trabalham em jornadas distintas e desgastantes.

– A motivação é um grande ganho, pois o profissional irá desenvolver o trabalho em prol da proteção do patrimônio e dos ocupantes, executando, portanto, com muita ética e disposição.

Dada essa devida atenção, é possível evitar que aconteça ao contrário do que se espera desses colaboradores, pois nos últimos tempos, há muitos relatos de casos em que o segurança atirou em inocentes, atingiu o público moralmente, colocando sua vida e os demais em risco.

Ter uma equipe unida é ganho de um bom trabalho realizado, com pessoas de confiança e preparadas para manter a integridade do patrimônio e ocupantes de forma salubre, natural e confiante.

Portanto, cuide da saúde de seu colaborador, dando atenção devida, faça DDS – Diálogo Diário de Segurança – com essa equipe também, porque será um canal aberto para conscientizá-los, treinar constantemente, e ter a oportunidade de ouvi-los e de serem ouvidos.

Evite doenças ocupacionais como a doença profissional (adquirida pelo exercício da função) e a doença do trabalho (adquirida em decorrência dos riscos que o ambiente proporciona), evitando assim afastamentos, doenças, gastos, tempo e disponibilidade de profissionais qualificados nesta área.

Invista em prevenção, segurança e qualidade de vida no trabalho. O retorno será constante em curto, médio e longo prazo. E todos ganham com esse trabalho desenvolvido tão efetivo e importante nos dias de hoje, onde garante nossa segurança, bem-estar e conforto.


Herbert Bento
Herbert Bento

O DDS Online foi fundado em 2009 e tornou-se referência no ramo de diálogos de segurança do trabalho. A missão do DDS Online é compartilhar as boas práticas de trabalho para que os brasileiros possam voltar sadios para suas famílias depois de um dia de serviço!