Acidentes no trabalho, fatalidades e doenças ocupacionais são mais acentuadas na área da construção civil. Atividade com maior potencial de riscos é uma área que admite milhões de colaboradores ao ano, e esse público é bem diversificado.

Com isso, muitas empreiteiras por ter prazo curto de entrega da obra e outras prioridades, deixam de lado a segurança no trabalho em sua totalidade, assim provocando esses infortúnios.

Dentre todas as formas de prevenção, destacamos a Sinalização de Segurança, pois é uma forma prática, objetiva e de fácil compreensão de suas informações.

Deve ser adotada por todos os canteiros de obra, como nos ilustra a NR 18 Condições E Meio Ambiente De Trabalho Na Indústria Da Construção.

18.27.1 O canteiro de obras deve ser sinalizado com o objetivo de:

a) identificar os locais de apoio que compõem o canteiro de obras;

b) indicar as saídas por meio de dizeres ou setas;

c) manter comunicação através de avisos, cartazes ou similares;

d) advertir contra perigo de contato ou acionamento acidental com partes móveis das máquinas e equipamentos.

e) advertir quanto a risco de queda;

f) alertar quanto à obrigatoriedade do uso de EPI, específico para a atividade executada, com a devida sinalização e advertência próximas ao posto de trabalho;

g) alertar quanto ao isolamento das áreas de transporte e circulação de materiais por grua, guincho e guindaste;

h) identificar acessos, circulação de veículos e equipamentos na obra;

i) advertir contra risco de passagem de trabalhadores onde o pé-direito for inferior a 1,80m (um metro e oitenta centímetros);

j) identificar locais com substâncias tóxicas, corrosivas, inflamáveis, explosivas e radioativas.

18.27.2 É obrigatório o uso de colete ou tiras refletivas na região do tórax e costas quando o trabalhador estiver a serviço em vias públicas, sinalizando acessos ao canteiro de obras e frentes de serviços ou em movimentação e transporte vertical de materiais.

18.27.3 A sinalização de segurança em vias públicas deve ser dirigida para alertar os motoristas, pedestres e em conformidade com as determinações do órgão competente.

Essa sinalização deve compor toda a obra, em lugar que realmente é prioridade, pois não devemos provocar uma poluição visual no local. Deve ser de fácil compreensão e se estende a colaboradores, visitantes e transeuntes.

É importante a perfeita assimilação dos colaboradores a sinalização, pois o público interno é bem diversificado, entre eles, analfabetos que também recebem orientação especial com sinalização em forma de ilustração.

Este é um assunto que pode ser discutido em uma SIPAT e também realizar gincanas em forma de brincadeiras, pois o método de sinalização é um dos meios de prevenção de segurança que não são respeitados pelos colaboradores. É preciso trabalhar de forma preventiva e promover o cumprimento de cada uma delas.

Realize simpósios para discutir cada tema relacionado as placas de sinalização, é um bom momento para disseminar a informação, pois elas normalmente sinalizam a respeito de segurança no trabalho, meio ambiente e saúde ocupacional.

Aproveite essa oportunidade para conscientizar os colaboradores, educando-os a respeito de assuntos relevantes e reduzir ao máximo o número de acidentes e fatalidades na área da construção civil.


Herbert Bento
Herbert Bento

O DDS Online foi fundado em 2009 e tornou-se referência no ramo de diálogos de segurança do trabalho. A missão do DDS Online é compartilhar as boas práticas de trabalho para que os brasileiros possam voltar sadios para suas famílias depois de um dia de serviço!