Ser ou não ser, eis a questão?

Certamente você conhece essa frase famosa de William Shakespeare, mas vamos falar sobre ser organizado.

Quantas pessoas você conhece que é extremamente organizado, tudo no lugar, os detalhes são os itens mais importantes de uma arrumação.

O caso chega a ser extremo com uma patologia conhecida como TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) que é um transtorno de ansiedade caracterizado por pensamentos obsessivos e compulsivos no qual o indivíduo tem comportamentos considerados estranhos para a sociedade ou para a própria pessoa.

Normalmente trata-se de ideias exageradas e irracionais de saúde, higiene, organização, simetria, perfeição ou manias e rituais que são incontroláveis ou dificilmente controláveis.

O transtorno obsessivo compulsivo é considerado o quarto diagnóstico psiquiátrico mais frequente na população.

De acordo com os dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), até o ano 2020 o Transtorno Obsessivo Compulsivo estará entre as dez causas mais importantes de comprometimento por doença.

É importante considerar o comportamento de pessoas que apresentam esses sintomas.

A organização deve seguir uma lógica, não deve ultrapassar o limite do que é óbvio, porque a organização segue um propósito e quando passa dos limites pode se tornar uma doença.

Também é assustador aquela pessoa que é totalmente desorganizada tem a mesa de trabalho toda bagunçada, tem no quarto o verdadeiro horror e normalmente se declara “eu me acho na minha bagunça”.

Não que essas pessoas não sejam eficientes, não tenham suas qualidades, mas o fator predominante neste caso é o desperdício de tempo.

Pois ser organizado facilita o dia a dia na busca de um objeto, preparar a bolsa, a mesa do trabalho, o atendimento a um cliente.

Transmite uma boa imagem, a organização demonstra que a pessoa é asseada, limpa, confiante.

Uma ótima dica é seguir o Princípio dos 5 S´s.

Confira no site o tema “Os outros cinco esses da qualidade”, lá você encontrará dicas de como ser organizado, otimizar seu tempo e melhorar o desempenho.

Uma pessoa organizada não quer dizer que seja perfeccionista, apenas faz o que é certo, não é capricho, cada coisa em seu lugar, é simples, é questão de hábito.

Ao chegar em casa ao invés de espalhar tudo já guarda cada coisa em seu lugar.

No seu trabalho organize o seu dia em uma agenda pela manhã ou até mesmo no dia anterior, na escola não deixe tudo para última hora, estude sempre antes e separe bem o conteúdo da disciplina.

Aí vão algumas dicas preciosas:

– Termine o que começou

– Coloque tudo em seu devido lugar

– Separe aquilo que é importante ou vai usar em breve

– Doe o que não usa mais

– Faça uma agenda para que otimize seu tempo

– Evite retrabalho

– Resolva pequenas pendências

No início talvez você ache estranho, mas a cada gesto, dia a dia, gradativamente se tornará rotina, hábito e acontecerão naturalmente sem esforço.

Concentre-se e esforce-se para desenvolver a cada dia ações que irão lhe permite desfrutar de um tempo extra no final do dia e aproveitá-lo para algo mais divertido.


Herbert Bento
Herbert Bento

O DDS Online foi fundado em 2009 e tornou-se referência no ramo de diálogos de segurança do trabalho. A missão do DDS Online é compartilhar as boas práticas de trabalho para que os brasileiros possam voltar sadios para suas famílias depois de um dia de serviço!