Carreira e Motivação

Últimos posts em Carreira e Motivação

Motivação!

17/04/2015 | Herbert Bento

Você é uma pessoa feliz com o seu “eu profissional”? Você sente alegria em trabalhar com o que faz e estar convivendo com as pessoas que trabalham com você?

Veja bem… são perguntas simples, mas nem sempre sabemos como responder. É por isso que hoje vamos falar sobre uma palavra muito importante e necessária para diversas fases de nossas vidas: a motivação.

O que é motivação?

Você já deve ter ouvido falar em motivação. Mas será que todo mundo sabe o que isso quer mesmo dizer?

Quando falamos em uma reunião, palestra ou em um Diálogo de Segurança sobre motivação, muitas pessoas pensam que vamos falar sobre parábolas ou histórias. Pode ser isso, mas pode não ser. No final das contas, a gente descobre que a motivação faz parte da nossa vida… mesmo quando não nos damos conta disso.

Duvida?

Motivação está relacionado à se sentir motivado, certo? E estar motivado nos lembra mudar o que precisa ser mudado e investir no que precisa ser investido. Você sabe: casar, ter filhos, trocar a pia, fazer uma limpeza do armário, levar o cachorro pra passear, começar a faculdade dos sonhos aos 60 anos de idade, jogar tudo pra cima e ir vender sanduíche na beira da praia… e por aí vai.
Mas será que é só isso? Será que pra se sentir motivado a gente precisa sempre estar mega feliz?

A resposta é simples: não.

motivacao

Como as pessoas motivadas vivem e trabalham?

As pessoas motivadas não são sempre aquelas pessoas felizes. Elas são pessoas como todos nós… às vezes se cansam, perdem a paciência, respiram fundo e continuam a viver.

É aí que está a chave da motivação. A pessoa motivada consegue ver o problema e busca resolvê-lo.

Ela percebe que faz parte de um sistema que vai além dela própria e se estende a outras pessoas. Perceba que eu não disse que ELA RESOLVE tudo e sim que ela resolve COM OS OUTROS o problema. É o sentido da equipe.

Será que você deve se sentir motivado?

Vamos pensar sobre isso: você tem um trabalho – lembra quando não tinha? A vida era melhor? Você era feliz? É muito difícil uma pessoa desempregada se sentir feliz, lembre-se disso.

Hoje você desenvolve atividades que fazem do mundo ser melhor. E isso vai muito além do que imaginamos, pode acreditar em mim.

Você convive com diversas pessoas diferentes de você e isso é fantástico! Você poderá aprender com elas e elas com você. No final, todo mundo sai ganhando!

E para finalizar, você é uma pessoa perfeita: forte, determinada, responsável, que cumpre com as suas obrigações e pensa em ser melhor – do contrário não estaria aqui, tenho certeza.

Então, para se sentir ainda mais motivado, é hora de arregaçar as mangas e injetar uma boa dose de alegria, um sorriso no rosto, paciência com os erros (a gente erra uma vez para não errar duas!) e foco no resultado de vencer. Vencer sim! Todos os dias, pequenos desafios. Lá fora e aqui no trabalho. Vamos?

O Círculo da Vida x O Círculo do Sonho

26/06/2014 | Herbert Bento
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

“Sua vida nunca é maior do que seu sonho.”

Eu ouvi essa frase de um antigo diretor na refinaria onde trabalhei certa vez.

Imagine que tudo de real na sua vida hoje, está dentro de um círculo. Vamos chamar de Círculo da Vida.

Agora, imagine que aquilo que você sonha, almeja alcançar, esteja dentro de outro círculo. Chamemos de Círculo do Sonho.

Então, obrigatoriamente, o Círculo da Vida é menor e está dentro do Círculo do Sonho.

É o que os matemáticos chamam de “está contido”.

Uma imagem vale mais do que mil palavras. Por isso coloquei uma imagem aqui para ilustrar.

circulo da vida e do sonho

Isso me lembra outra frase que também já escutei: “quem não sonha, não realiza”.

Os dois conceitos estão conectados.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Isso explica porque pessoas que ganham na loteria ficam, tempos depois, pobres novamente.

Quando a pessoa ganha na loteria, de um dia para o outro, o círculo da vida dela fica maior do que o sonho. Porque agora, de repente, ela tem tudo que pode comprar.

Mas aí o tempo passa, o dinheiro vai sumindo e quando a pessoa vê ela está pobre e esquecida de novo.

Pronto, o equilíbrio foi refeito e o círculo da vida voltou para dentro do círculo do sonho.

Por isso você deve sim ter sonhos.

Sonhe e ouse sonhar.

Quanto menor for seu círculo dos sonhos, menor será seu círculo da vida.

Como Você encara o ESTRESSE? Dicas práticas!

04/11/2013 | Herbert Bento
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Visto que esse tema envolve cada um de nós, trabalhadores, que defendem com suor árduo o pão nosso de cada dia, dedico-o aos leitores assíduos do DDS online. O Estresse querendo ou não, faz parte do nosso dia a dia, não é mesmo? Quem nunca se sentiu estressado com as diversas tarefas desafiadoras do cotidiano?

Tirar um tempo para sair, se distrair ou relaxar é fundamental para controlar essa situação que pode causar patologias oriundas desse distúrbio. Sabia que o estresse é uma reação que nosso organismo desenvolve quando as exigências que temos que responder ultrapassa nossa capacidade de lidar com elas? Essa reação é inerente e essencial, deixando nosso corpo em estado de alerta para se defender. Contudo, esse perigo é potencial quando essa condição permanece e não conseguimos reverter à tranquilidade habitual; aí fique ligado porque o risco é alto, ok?

Pois bem meus amigos, sabemos que as pressões na vida profissional e pessoal aliadas a problemas sociais, como violência e trânsito caótico podem causar o estresse descontrolado. Especialistas afirmam que o estresse associado ao estilo de vida não saudável, é responsável por quase metade das doenças do coração, certos tipos de câncer, além de outras enfermidades! Se não podemos eliminá-lo de nossas vidas, devemos tentar administrar o que estiver ao nosso alcance. “Intercalar as obrigações diárias com momentos de lazer é fundamental para esse controle”, segundo uma médica do trabalho. Vamos abordar aqui algumas dicas de como lidar com o estresse e melhorar a qualidade de vida que é o objetivo nesse DDS.

Vamos ver como é possível controlar o estresse:

Tenha hábitos alimentares saudáveis: a ingestão de todos os nutrientes necessários ao nosso corpo, por meio de uma alimentação balanceada, contribui para um bom funcionamento orgânico. Dê preferência a alimentos naturais como frutas e verduras e abuse de todos os tipos necessários de nutrientes – carboidratos, proteínas, vitaminas e sais minerais. Lembre-se dessa dica> alimentos à base de gorduras, frituras e lanches contribuem para o aumento do nível de estresse, o que agrava mais sua situação, sabia disso?

Cuide bem do seu corpo: além de uma alimentação saudável, o corpo precisa de repouso adequado e de atividade física para se manter livre do estresse. Esta, quando praticada de forma regular, libera no corpo as endorfinas, responsáveis por uma sensação de calma e bem-estar. Sabia disso?

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Adote alternativas que o ajudem a ficar calmo: cada um precisa descobrir o que o faz se sentir mais tranquilo. Algumas dicas são saber as prioridades em suas atividades, além de procurar manter a calma consigo mesmo e as pessoas que o cercam. Siga essa Dica: Respeite seus limites e não aceite tarefas acima da sua capacidade de realizá-las! Quando você força seu limite, inicia-se o processo de desgaste físico e emocional, um passo ao estresse.

ATENÇÃO> Divirta-se e procure atividades relaxantes: caminhada ou encontro com amigos e leitura de um livro. Essas atividades que o fazem desligar das tarefas do dia a dia contribui para que sua mente fique livre do estresse, sabia disso? Afinal com essas dicas conviva bem com o estresse: Abraço e Sucesso queridos leitores do DDS online!

Colunista> Marcos Paixão Lemos – Cipamin VGR Vale S.A

Gostou? Deixe um comentário.

Vestir a camisa da empresa soma pontos com o chefe

10/07/2013 | Herbert Bento

Cada organização tem seu segmento, seu porte (pequena, média ou grande), umas tem sucesso de mercado outras vem a falir, mas todas são formadas por pessoas. O capital humano hoje em dia tem sido o fator mais importante de uma corporação.

Existem diversos tipos de profissionais: os dinâmicos, os curiosos, os mais interessados, os acomodados e aqueles que verdadeiramente vestem a camisa da empresa.

Vestir a camisa da empresa representa fazer o que gosta e dar o seu melhor não tratando como “trabalho”, ou seja, uma função que faz porque tem que fazer e sim, fazer algo com gosto, satisfação, ter amor ao que se pratica. O mercado é muito competitivo. Verdadeiros profissionais lidam com o trabalho como algo que lhe traz prazer e isso faz toda a diferença em seu dia a dia.

Quando um novo funcionário é contratado ele está assinando o compromisso de contribuir em todas as instâncias com aquela organização, dando o seu melhor, o que sabe fazer e buscar resultados satisfatórios para a equipe e a empresa.

Vestir a camisa da empresa não representa “puxar o saco” de um líder ou de outro, simplesmente significa fazer o que deve ser feito, respeitando limites, cumprindo tarefas, colaborando com a equipe e auxiliando seu superior.

Profissional nessa magnitude hoje em dia é difícil de achar, na maioria das vezes as pessoas estão preocupadas em lucro ou apenas ganhar seu salário e não de crescer profissionalmente, ser reconhecido e construir carreira.

Um líder tem a responsabilidade de encabeçar uma equipe e gerenciar para que a mesma venha ter êxito em suas tarefas fornecendo resultados satisfatórios para a empresa. Ser líder não é fácil, porém se em sua equipe houver espírito de união, garra, comprometimento e motivação, esse será feliz, pois terá ao seu lado tudo que precisa para ter sucesso em sua carreira e dividir os méritos com todos.

Todo chefe sonha com esse cenário, poder contar com sua equipe é ter retorno garantido. Imagine a corporação toda trabalhando com esse propósito, certamente encontrará um lugar de reconhecimento no mercado.

Um líder (chefe) é como um professor, pai ou mãe, ele sabe quem é quem dentro da organização. Ele monitora aquele que é comprometido, que bate as metas e também sabe daqueles que não tem envolvimento, ânimo, motivação para desenvolver sua parte.

O líder que percebe que tal profissional veste a camisa da empresa certamente oferecerá oportunidades de crescimento, remuneração e cargos de confiança. Vale a pena ser destaque, isso não é “puxar saco”, é dar o melhor naquilo que foi assumido como compromisso, é dar valor em algo que foi confiado em suas mãos. Pense nisso.

Motive-se, estude mais, leia e adquira mais conhecimento, conheça casos de sucesso, faça a diferença, seja parceiro de seu chefe. Um dia você poderá estar no lugar dele e toda essa experiência lhe fará ser um grande líder.

Pense grande, viva intensamente. Não seja mais um, seja o melhor!

Ser organizado é ganho ou perda de tempo?

24/06/2013 | Herbert Bento

Ser ou não ser, eis a questão?

Certamente você conhece essa frase famosa de William Shakespeare, mas vamos falar sobre ser organizado.

Quantas pessoas você conhece que é extremamente organizado, tudo no lugar, os detalhes são os itens mais importantes de uma arrumação.

O caso chega a ser extremo com uma patologia conhecida como TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) que é um transtorno de ansiedade caracterizado por pensamentos obsessivos e compulsivos no qual o indivíduo tem comportamentos considerados estranhos para a sociedade ou para a própria pessoa.

Normalmente trata-se de ideias exageradas e irracionais de saúde, higiene, organização, simetria, perfeição ou manias e rituais que são incontroláveis ou dificilmente controláveis.

O transtorno obsessivo compulsivo é considerado o quarto diagnóstico psiquiátrico mais frequente na população.

De acordo com os dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), até o ano 2020 o Transtorno Obsessivo Compulsivo estará entre as dez causas mais importantes de comprometimento por doença.

É importante considerar o comportamento de pessoas que apresentam esses sintomas.

A organização deve seguir uma lógica, não deve ultrapassar o limite do que é óbvio, porque a organização segue um propósito e quando passa dos limites pode se tornar uma doença.

Também é assustador aquela pessoa que é totalmente desorganizada tem a mesa de trabalho toda bagunçada, tem no quarto o verdadeiro horror e normalmente se declara “eu me acho na minha bagunça”.

Não que essas pessoas não sejam eficientes, não tenham suas qualidades, mas o fator predominante neste caso é o desperdício de tempo.

Pois ser organizado facilita o dia a dia na busca de um objeto, preparar a bolsa, a mesa do trabalho, o atendimento a um cliente.

Transmite uma boa imagem, a organização demonstra que a pessoa é asseada, limpa, confiante.

Uma ótima dica é seguir o Princípio dos 5 S´s.

Confira no site o tema “Os outros cinco esses da qualidade”, lá você encontrará dicas de como ser organizado, otimizar seu tempo e melhorar o desempenho.

Uma pessoa organizada não quer dizer que seja perfeccionista, apenas faz o que é certo, não é capricho, cada coisa em seu lugar, é simples, é questão de hábito.

Ao chegar em casa ao invés de espalhar tudo já guarda cada coisa em seu lugar.

No seu trabalho organize o seu dia em uma agenda pela manhã ou até mesmo no dia anterior, na escola não deixe tudo para última hora, estude sempre antes e separe bem o conteúdo da disciplina.

Aí vão algumas dicas preciosas:

– Termine o que começou

– Coloque tudo em seu devido lugar

– Separe aquilo que é importante ou vai usar em breve

– Doe o que não usa mais

– Faça uma agenda para que otimize seu tempo

– Evite retrabalho

– Resolva pequenas pendências

No início talvez você ache estranho, mas a cada gesto, dia a dia, gradativamente se tornará rotina, hábito e acontecerão naturalmente sem esforço.

Concentre-se e esforce-se para desenvolver a cada dia ações que irão lhe permite desfrutar de um tempo extra no final do dia e aproveitá-lo para algo mais divertido.

Como viver com as críticas no ambiente de trabalho?

19/06/2013 | Herbert Bento

O nosso DDS de hoje vai analisar o fator comportamental. É impossível em qualquer ambiente de trabalho, não haver conflitos e stress nos relacionamentos. Diga-se de passagem, que nós, como seres humanos mortais, temos a tendência inata de criticar, ver normalmente o lado negativo e pouco elogiar o lado positivo das pessoas. Apesar de ser um defeito humano, temos que trabalhar esse lado negativo, e aqui você verá algumas dicas interessantes.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

TENHA EMPATIA: É uma palavra que muitas pessoas não sabem seu significado, mas quando compreende a plenitude do que ela representa, amiúde assimilam a realidade: é você se colocar no lugar da outra pessoa, ou seja, seja reflexivo: Gostaria de ser ofendido e ficar aborrecido com calúnias e termos depreciativos? Claro que não! ATITUDE DE EMPATIA!

FIQUE SABENDO: Alguns terapeutas comportamentais em suas consultas a casais com problemas conjugais dizem: Aprenda a observar como está seu parceiro em determinado momento: se está meio estressado e aborrecido com algum problema, fale pouco e respeite seus sentimentos! Fique calmo e evite discussões nesses momentos de tensão. ATITUDE DE BOM SENSO!

SIMILARMENTE: Como seres humanos, temos peculiarmente as mesmas características no trabalho: não é todo o dia que as pessoas estão bem humoradas e dispostas a brincar e conversar em função dos problemas do cotidiano: Percebeu que o colega naquele dia está fora do seu habitual, evite brincadeiras de mau gosto e aguarde o momento oportuno. Evite chamar atenção ou falar de defeitos na frente dos outros, é constrangedor! ATITUDE DE DISCRIÇÃO

APRENDA A QUEBRAR O GELO: Os problemas financeiros, doença, baixos salários e insatisfação profissional são frustrações que deixam muitos “para baixo”. No entanto, se esforce para ter boa autoestima e seja otimista. Quando for criticado por algum colega, “quebre o gelo”, com algumas risadinhas, mostrando que você não está se importando com isso, e consequentemente, o seu colega ficará muito sem graça. O famoso ditado popular é real, quando diz que o silêncio vale mais que mil palavras, não é verdade? ATITUDE DE FLEXIBILIDADE! Isso é quebrar o gelo.

FONTE SUPREMA: Além dos psicólogos e terapeutas que são fonte de conselhos profissionais, há uma fonte suprema que é referência em orientar, e estabelece uma base sólida. São dicas profissionais para relações interpessoais, contidas na Bíblia:

▪ Provérbios 12:18: “Existe aquele que fala irrefletidamente como que com as estocadas duma espada.” As palavras podem ferir e ofender, e perdendo a calma, é quase certo que dirá palavras para arrepender depois.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

▪ Provérbios 29:11, “O tolo mostra toda a sua raiva, mas quem é sensato se cala e a domina.” Sem dúvida, perder a calma só vai fazer você parecer tolo.

▪ Provérbios 14:30: “O coração calmo é a vida do organismo”. Realmente, o estressado normamente tem problemas cardíacos e de hipertensão.

Percebeu como a Bíblia contém conselhos úteis e práticos para o controle de nossos impulsos! Conhecendo essas dicas e praticando, seu ambiente de trabalho será tranquilo e sua autoestima elevada.

Gostou das dicas? O DDS online sempre tem temas variados segundo as suas necessidades! Percebeu como é possível absorver as críticas sem se estressar e assim manter um ambiente agradável e produtivo? Então, ação, ótimo ambiente de trabalho para vocês e sucesso!

Aprendendo a lidar com mudanças na vida pessoal e profissional

12/06/2013 | Herbert Bento
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A vida é feita de escolhas. Quem define ou determina como ela vai ser é cada um de nós através das escolhas que fazemos, os resultados às vezes são bons e também acontece de ser ruim, mas não devemos descartar nada, pois tudo serve como experiência de vida para que o amadurecimento aconteça.

Por essas escolhas as mudanças acontecem e nem sempre as pessoas estão preparadas para receber uma mudança em sua vida, pode acontecer de ser traumática, determinante ou especial, surpreendente gerando uma mudança de vida.

Contudo, as mudanças sejam elas pessoais ou profissionais é a etapa mais difícil na vida do ser humano, pois estamos acostumados a viver na zona de conforto e reagir somente quando há um impulso ou obrigatoriedade de gerar mudanças.

O interessante que de maneira geral as pessoas não estão satisfeitas com seu trabalho ou posição social que se encontra, mas há uma grande dificuldade de reagir à insatisfação e alcançar uma posto que se sinta totalmente completo.

O pior de tudo é que mesmo a pessoa insatisfeita tem uma grande dificuldade de abandonar sua zona de conforto continuando a fazer o que não gosta repetidamente.

A desculpa é sempre a mesma: segunda-feira eu começo o regime, no mês que vem organizo meu quarto, ano que vem começo a estudar e sempre há um motivo para protelar a mudança.

Alguns exemplos de comportamento que as pessoas gostariam de mudar e que há grande resistência:

• Começar um regime

• Estudar

• Parar de beber

• Parar de fumar

• Exercitar-se

• Cuidados pessoais

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

• Ser organizado

• Mais amoroso

• Hábito de leitura

• Obter mais cultura

• Viajar

• Ser mais família

Seja no contexto pessoal ou profissional todos nós temos que enfrentar o gigante que existe dentro de nós, pois o maior conflito é conosco mesmo e não com o sistema, o governo, situação climática ou qualquer outro fator externo.

Quando partir do preceito que a atitude é o que vai gerar a mudança necessária, enfrentar esses desafios a cada dia vai gerar novos hábitos e quando menos esperar aquilo que era uma dificuldade fará parte do dia a dia de maneira comum, sem que perceba já estará praticando e se disciplinando a executar suas tarefas de forma agradável e se sentirá satisfeito a cada tarefa realizada.

Para começar a mudança em sua vida é necessário identificar o que se quer mudar e a partir daí seguir alguns passos é fundamental. Após identificar procure saber mais a respeito do assunto, faça pesquisa de mercado, conheça ou se aproxime de pessoas que são da área profissional, que tenham experiência no assunto e que possam agregar em sua vida. Mude seus hábitos para que esteja o mais próximo de pessoas motivadas, leia sobre o assunto que quer se engajar, frequente lugares que irão despertar o desejo de saber mais sobre o assunto. No mercado há muitas literaturas que falam sobre métodos que auxiliam em como seguir uma disciplina para conseguir realizar todas as mudanças necessárias.

E então, o que está esperando? Mexa-se!

Qual a melhor técnica para falar em público? Dicas valiosas

17/05/2013 | Herbert Bento
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Neste DDS motivacional, vamos interagir e refletir sobre um tema que tem tirado o sono de muitos técnicos de segurança, supervisores e gerentes: quem terá a missão de apresentar uma palestra em público? Podendo ser uma palestra rápida de segurança ou mesmo uma reunião relevante que, com um público maior, exigirá um desafio de vencer esse vilão emocional: o medo de falar em público!

SABIA QUE: O melhor recurso ou a melhor técnica para falar em público é aquela com a qual você é você, falando do seu jeito sem imitar esse ou aquele orador? Há alguns oradores que optam por se apoiar em esboços, ou pequenos resumos para auxílio à memória.

Já alguns preferem memorizar algumas ideias básicas do tema, assim, ficam à vontade para desenvolver o assunto. O ideal é conhecer bem o assunto e explanar aos ouvintes naturalmente, sem decoreba.

Dicas e Técnicas de ApresentaçãoATENÇÃO: Mas, veja que embora, decorar não seja a melhor técnica de falar em público, há pessoas que com uma memória de elefante, conseguem decorar grandes textos e não se perdem.

PORÉM: A desvantagem dessa alternativa é o orador ficar muito monótono, perde a naturalidade em expor suas ideias, falando num ritmo acelerado, deixando de lado sua espontaneidade. Entretanto, não é recomendável utilizar essa técnica, pois, você, pode se perder e dar “um branco!”.

OUTRA DICA: Ao se preparar para uma apresentação em público, evite excesso de informações. Recomenda-se dividir o texto em tópicos ou ideias, pois assim, você falará de um assunto específico e não ficará “aquela salada de frutas”. Para isso é necessário estar PREPARADO, conhecer o tema e falar de maneira pausada, com voz alta, clara e com os olhos na plateia.

FIQUE SABENDO: Como não há um método perfeito de falar em público, recomendo algumas dicas úteis e práticas para você ficar mais tranquilo e falar naturalmente:

  1. Prepare-se com antecedência: Tenham em mente os tópicos, evite decoreba;
  2. Esteja bem vestido à ocasião; eleva a autoestima e transmite confiança;
  3. Comece falando com os olhos na plateia, oscilando seu olhar a todos os presentes;
  4. Use gestos naturais, como expressão corporal e naturalmente, sem forçar;
  5. Respire fundo antes de falar, controle sua respiração para não ficar ofegando;
  6. Fale pausadamente; tenha o hábito de treinar na frente de um espelho em casa; pois assim você se policia, fazendo ajustes na visualização;
  7. Se ficar nervoso lembre-se que é normal e aprenda a conviver com isso. Como macete, olhe para os ouvintes e faça uma pergunta a alguém, como, o que acha disso? Alguém aqui imagina o que seja isso ou aquilo? Aproveite esse espaço e respire fundo e mantenha o sorriso aberto, para não perder o contato visual, ok?
  8. DICA RELEVANTE: Seja versátil, usando o poder das ilustrações para manter os ouvintes atentos e não cochilar, achando sua palestra vazia e sem graça! Porém, uma dica é usar ilustrações simples, não muito prolongadas e com uma moral da história, para deixar os ouvintes curiosos e atentos em você!
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

E então, caro leitor, percebeu que falar em público não é um bicho papão, como dizem? A tendência é que você ficará cada vez mais e mais confiante! Treine, treine e treine, esse é o diferencial da apresentação. Abraço e sucesso em suas palestras!

Colunista: Marcos Paixão Lemos – Experiência como orador público espiritual há 15 anos

O que todo técnico de segurança deveria aprender antes de se formar?

24/04/2013 | Herbert Bento
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A profissão de técnico em segurança no trabalho é uma das mais exigentes existentes no mercado de trabalho. Não é uma profissão a ser realizada apenas no horário de expediente e sim 24 horas, pois a prevenção corre no sangue. O verdadeiro profissional desenvolve uma visão crítica a ponto de até no horário de lazer identificar uma situação de risco ou um ambiente adequadamente seguro.

O TST deveria ser denominado anjo da guarda, pois o mesmo é responsável em preservar a vida dos trabalhadores, evitando ao máximo que acidentes no trabalho aconteçam; promover sua saúde, pois zela para que os demais não adquiram doenças ocupacionais; é amigo do meio ambiente, estuda meios de preservação ambiental e evita a contaminação do mesmo e por fim promove a promoção intelectual dos funcionários, pois sua função é conscientizar contra os riscos ambientais existentes na edificação e segmento.

O que todo técnico de segurança deveria aprender antes de se formarO que todo pretendente da área deve conhecer é que antes de optar pela profissão é importante realizar uma pesquisa de mercado, conhecer todas as funções desse profissional, o que o mercado solicita, as frustrações e sucessos de outros profissionais, piso e teto salarial correspondente e o que está sendo realmente pago.

Após optar por se profissionalizar é importantíssimo se conscientizar de suas responsabilidades – que não são poucas – primeiro lugar e o mais importante, ter amor pela profissão. Gostar de lidar com pessoas, pois o TST está diretamente envolvido com o fator humano.

Após ter essa consciência, nunca parar de estudar, pois tudo está mudando muito rápido e o TST precisa estar antenado a tudo, sempre atualizado. Gostar de ler também é fator determinante para o desenvolvimento de um ótimo profissional.

Conhecer e identificar todos os riscos ambientais é de suma importância, pois é a base do trabalho do TST, as NR´s (Normas Regulamentadoras) precisam ser compreendidas, faz-se necessário buscar cursos extra curriculares para se aperfeiçoar em assuntos específicos como NR 10, CIPA entre outros.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

E em quanto estiver em curso, aproveite todos os momentos para adquirir o máximo de conhecimento possível, absorva o que puder dos mestres, suas experiências, conhecimentos, expertises e dedicação.

Se for inibido comece a se desenvolver simulando apresentações, pode ser na frente do espelho mesmo, leia livros sobre oratória e dicas de como se apresentar em público, pois o TST é um profissional exímio em apresentações a todo tipo de público.

Desenvolva seu dicionário, leia também muita literatura que enriqueça seu vocabulário, pois certamente estará diante de várias plateias de linguagem mais humilde até a alta direção que precisa ter uma postura mais formal e firme.

Enfim, é uma profissão maravilhosa, escolha com carinho e seja o melhor profissional, que faça diferença por onde passar e marque história como alguém que contribuiu para que índices terríveis como os de acidentes e doenças no trabalho aqui no Brasil não aumentem a cada ano.

As 10 atitudes que agradam seu chefe e podem ajudar na sua carreira

02/04/2013 | Herbert Bento
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Em uma empresa sempre há hierarquia, seja você um profissional de nível técnico ou PhD. Há um superior responsável em analisar o trabalho, ajudar, acompanhar e se responsabilizar pelos resultados.

Desde o primeiro nível profissional o estudante entra em contato direto com seu superior hierárquico, pois começa no estágio onde fica com o profissional de sua área acompanhando todo o seu desenvolvimento e transmitindo seu conhecimento.

Após formado o profissional sempre irá responder a um superior direto ou indireto e isso é muito positivo. Conheça algumas atitudes podem permitir a harmonia entre esse relacionamento:

 

– Respeite seu chefe e todos seus superiores

– Demonstre-se interessado pelos projetos de seu chefe

– Participe de seus interesses, obtenha mais conhecimento sobre o trabalho dele

– Mostre que o trabalho dele é importante e opine, dê sugestões de melhorias e crescimento

As 10 atitudes que agradam seu chefe e podem ajudar na sua carreira– Seja um formador de opinião e não omisso a tudo que surge na empresa

– Divida seu conhecimento, pois mesmo ele sendo chefe, não sabe tudo e você pode agregar algo a carreira proposta

– Honre seu chefe, pois se ele está nesse cargo foi porque ele mereceu, não subestime e nem fale mau dele

– Seja cordial, uma pessoa simpática, educada e prazerosa ganha espaço nas organizações

– Absorva tudo o que puder de seu superior, com certeza ele tem muito a te oferecer

– Não perca tempo buscando outros interesses dentro da empresa que não seja seu alvo. Não permita que pessoas venham te desvirtuar do caminho.

Essas dicas poderão te ofertar um ambiente de trabalho mais equilibrado e produtivo. Faça da sua carreira um caminho trilhado com honra, integridade e honestidade.

Seguir uma carreira profissional não é fácil, não é para qualquer um, também ser mais um no mercado só faz volume. Seja um profissional dedicado, interessado, inovador e conte com a ajuda de outros, pois sozinho dificilmente será possível chegar ao fim.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Desfrute de toda a carreira, desde os estudos até sua maior experiência. Deixe um legado, faça algo diferente e marque a história. Você pode e deve fazer a diferença.

Apesar das universidades estarem lotadas, ainda não é suficiente. Muitos começam o curso, desistem no primeiro módulo, no decorrer dos anos ou se formam e nunca atuam no que escolheram. O Brasil é carente de bons profissionais, então sinta-se orgulhoso sabendo que foi vitorioso de ter terminado um curso e que trilhar uma carreira é para poucos. Obter sucesso é para os mais que vencedores.

“Deixe sua marca na história”

SUCESSO!

Colaborador, cuide bem da sua saúde financeira!

27/09/2012 | Herbert Bento
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Este DDS Autoral foi escrito por: Aurelino Peixoto

A definição básica de saúde é não só uma ausência de doença, mas sim, um estado pleno de bem estar físico, mental e social. E dentre os diversos subgrupos desses ciclos, devemos também dar atenção à situação financeira do indivíduo. A forma com que usufruímos esse recurso é de grande importância para o nosso bem estar. É cada vez mais crescente o número de empresas que começam a se preocupar não só com o ambiente de trabalho e a saúde de seus colaboradores, mas também com a saúde financeira de cada um. Ter um equilíbrio financeiro pessoal é tão importante quanto ter uma boa alimentação ou praticar atividades físicas, por exemplo.

Se você está bem financeiramente, parabéns, você faz parte de um grupo seleto que consegue esse equilíbrio. Mas se você está do outro lado, a sua vida certamente não será tranquila: Insônia, preocupação, ansiedade, baixa produtividade no trabalho, sensação de incapacidade e fracasso são alguns dos sintomas de uma pessoa que passa por dificuldades financeiras. Isso acontece, porque o dinheiro está diretamente ligado à nossa vida, seja ela pessoal, familiar ou profissional. Comprar por impulso ou o consumismo exagerado podem ser fatores decisivos para sua vida financeira.

Prever tudo na ponta do lápis a curto e longo prazo pode não ser uma das tarefas mais agradáveis. Mas é algo que você deve encarar como uma obrigação que não deverá ser adiada e que toda a família deverá participar (defina um dia e hora da semana para esse fim). Existem as mais diversas formas de ter um controle financeiro eficaz, que vão desde a utilização de um simples caderno até planilhas eletrônicas e programas específicos. O importante é ter o compromisso de registrar todos os seus recebimentos e gastos a curto e longo prazo.

Muitas pessoas alegam que passam dificuldades financeiras ou não conseguem poupar porque não ganham tão bem assim. O que é um mito! Essas mesmas pessoas se tiverem um aumento em seus ganhos, tendem a aumentar seus gastos na mesma proporção ou superior a elas. É fundamental predefinir quanto do seu orçamento será gasto com educação, alimentação, lazer, transporte e demais necessidades. Com essa projeção, manter seu orçamento dentro do previsto poderá ser mais fácil. Mas lembre-se, é importante prever despesas anuais (IPVA, matrículas e seguros) e reservas para a poupança. Elas também ajudarão a evitar surpresas no orçamento. Algumas pessoas costumam diluir essas despesas anuais nos doze meses, assim, na época do seu vencimento, já terá o dinheiro em mãos e poderá obter bons descontos.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Para ter um padrão de vida adequado às suas condições financeiras é bom colocar em prática 9 dicas:

1 – Gaste menos do que ganha, e saiba poupar;

2 – Viva uma vida equilibrada sem querer impressionar os outros;

3 – Faça contas sempre antes de fazer uma compra. Elabore uma planilha de receitas e despesas e coloque ali cada centavo que receber e cada centavo que gastar. Nenhum dinheiro deverá ficar fora deste balancete;

4 – Coloque a educação financeira como um princípio de vida;

5 – Estabeleça objetivos e planeje a forma e quando irá realiza-los;

6 – Dê preferências às compras a vista, elas podem oferecer descontos interessantes;

7 – Pague suas contas em dias. Evite juros! Eles só são bons se for a seu favor;

8 – Não atrase as contas com dinheiro em poupança. Os juros pagos são sempre maiores que os juros recebidos;

9 – Não esqueça que você terá que pagar a fatura do seu cartão de crédito, portanto não compre nada que não esteja no seu orçamento;

Nossa sociedade cada dia mais impulsiona as pessoas gastarem sem analisar seu orçamento mensal. Cartões de crédito, financiamentos, parcelamentos, consignados em folha, estão cada vez mais atrativos com as novas políticas de juros do governo, mas será que nós brasileiros estamos preparados para usufruir desses recursos? Será que já somos educados financeiramente para essa nova realidade?

Para enviar seu DDS Autoral entre em contato conosco por email.

Fundado em novembro de 2008, o DDS Online contribui para a área de Segurança e Saúde Ocupacional através da divulgação de temas para DDS e cursos online.

Nos siga

© 2022 Escola da Prevenção - Herbert B Faria Treinamentos CNPJ 18.768.540/0001-85 Todos os direitos reservados.