Meritocracia. Quem merece?

Com o significado do nome bem sugestivo, meritocracia é a tradução do latim que significa “mérito e poder”. Consiste em um sistema da organização em definir uma pessoa merecedora a receber posição, cargo e recompensa pelo seu desenvolvimento. A meritocracia pode ser adotada em diversas áreas, educacional, administrativa, funcional, na vida pessoal, pode se tornar […]
Com o significado do nome bem sugestivo, meritocracia é a tradução do latim que significa “mérito e poder”. Consiste em um sistema da organização em definir uma pessoa merecedora a receber posição, cargo e recompensa pelo seu desenvolvimento. A meritocracia pode ser adotada em diversas áreas, educacional, administrativa, funcional, na vida pessoal, pode se tornar uma ideologia, um estilo de vida a buscar sempre a ascensão e pode ser empregado em qualquer situação.
Em todo o meio social que nos relacionamos, encontramos diversos tipos de pessoas, entre elas, aquele que é tímido, o engraçadinho, o inteligente e um que sempre se destaca por ter várias qualidades e também uma característica que é um grande diferencial, o carisma. Esse tipo de pessoa sempre se destaca em tudo que faz, é sempre o melhor, que mais se empenhou ou que trouxe uma proposta diferente de todos os outros. A organização deve atentar-se para profissionais desse nível, pois além de ser difícil recrutar uma pessoa com essas características é totalmente proveitoso para a empresa um funcionário que irá agregar valor à mesma e a toda equipe. Esse sistema é desenvolvido através de critérios que a empresa adota avaliando o profissional por meio de: – Cumprir metas – Manter postura – Disciplina – Conhecimento – Resultados – Inter-relação Entre outros fatores determinantes. É analisado por uma avaliação o desempenho da pessoa escolhida ou em destaque. São usados indicadores de desempenho para medir o progresso até se chegar a um resultado esperado ou acompanhar a linha do tempo de desenvolvimento profissional. É importante o gestor responsável de a área acompanhar o candidato e orientá-lo em relação às tarefas a serem desenvolvidas e aonde querem chegar, para que a jornada seja realizada com foco no resultado. Por parte da empresa, ela tem a responsabilidade de adotar uma política de retenção, absorvendo tudo o que está acontecendo de positivo para a organização e reverter isso em incentivo ao empregado, a fim de que que todos continuem crescendo e desenvolvendo o potencial pessoal e coletivo. Também, é importante a empresa ter transparência em sua avaliação e fornecer os resultados oficiais, ou seja, para quem, realmente, merece o título e não forjando um resultado para beneficiar ou promover alguém ilicitamente.
Esse sistema é um grande incentivo para que todos se envolvam e busquem a melhoria contínua em suas atividades diárias e façam sempre o melhor com qualidade e desempenho. Amigo gestor, adote esse sistema em todos os setores e comprometa, envolvendo seu time em um único objetivo. Isso torna as atividades menos desgastantes, pois a orientação faz com que o trabalho seja desenvolvido com foco, sem desperdício de tempo e energia, conquistando resultados mais rápidos e padronizados. Conhecemos a árvore pelo fruto, reconhecemos uma equipe pelo seu líder. Otimize o potencial de cada funcionário, cada um possui características diferentes do outro e, potencializando o ponto forte de cada um, se constrói uma equipe qualificada, motivada e com méritos de louvor. Ser organizado, atencioso, prestativo e empático colabora com o desenvolvimento da equipe e isso é refletivo na qualidade do serviço prestado.


Fundado em novembro de 2008, o DDS Online contribui para a área de Segurança e Saúde Ocupacional através da divulgação de temas para DDS e cursos online.

Nos siga

© 2022 Escola da Prevenção - Herbert B Faria Treinamentos CNPJ 18.768.540/0001-85 Todos os direitos reservados.