DDS Online

Medidas preventivas contra a dengue

Estamos passando por um processo muito crítico em relação ao meio ambiente, as mudanças climáticas vem afetando todo o mundo. Algumas regiões são mais atingidas que outras, mas todos nós estamos sofrendo com suas consequências.

O Brasil é um país tropical, então no decorrer do ano e das mudanças climáticas o calor é predominante em algumas regiões que são principalmente castigadas com fortes e frequentes chuvas.

O acumulo de água limpa atrai um inseto muito conhecido, chamado aedes aegypti. Esse pequeno inseto tem causado grandes enfermidades e assolado crianças, adultos e idosos de todo país.

A dengue é uma doença febril aguda. A pessoa pode adoecer quando o vírus da dengue penetra no organismo, pela picada de um mosquito infectado.

Mosquito Aedes AegyptiOs sintomas mais comuns são febre, dores no corpo, principalmente nas articulações, e dor de cabeça. Também podem aparecer manchas vermelhas pelo corpo e, em alguns casos, sangramento, mais comum nas gengivas.

Essa doença já tinha sido banida em nosso país, mas por falta de prevenção de nossa nação, esse mal voltou causando grandes focos e doenças por todos os estados.

As prefeituras tem feito um papel importante no que tange a prevenção da doença, orientando a população, pulverizando regiões e acabando com os ninhos do mosquito.

Em contrapartida a população tem grande responsabilidade em exterminar não só o foco, mas as larvas e o desenvolvimento do inseto.

O ponto chave são as pessoas se conscientizarem, ter responsabilidades por seus atos e se aliar em uma força tarefa para eliminar o mosquito.

Medidas preventivas contra a dengueAlgumas dicas de como não atrair o inseto irá agregar conhecimento para conscientização e para acabar com esse foco que tem assolado muitas pessoas.

  • Evite acumulo de água, pois o mosquito gosta de água limpa. Evite pneus abandonados, garrafas com o gargalo para cima, entulho que possa acumular água,
  • Tampe bem a caixa d´água e higienize regularmente,
  • Ao aguar as plantas coloque areia nos pratos para que não haja o acumulo,
  • Trate a água da piscina para que não se torne um criadouro,
  • Cuidado em locais que estejam em reforma ou construção, pois os resíduos são propícios a acumularem água, adicione cal ou cloro granulado regularmente,
  • Lave regularmente os bebedouros de aves e animais de estimação,
  • Verifique se as calhas não estão obstruídas com folhas secas acumulando água,
  • Verifique a bandeja do ar condicionado se não está acumulando água,
  • Descarte resíduos sólidos em recipientes amarrados, evitando o acumulo no chão como, copo descartável, tampinhas de garrafa, latas, cascas de ovos, entre outros,
  • Verifique poços de elevador onde pode ocorrer a presença de água e propiciar um criadouro;

Essas são medidas básicas de higiene e prevenção de futuros criadouros, seja consciente colabore com os agentes de saúde e faça sua parte. A saúde pública não depende só do governo, é muito mais fácil e prático cada um contribuir para uma boa gestão pública.


Obrigado por comentar.

Comentários   

 
Gean Cardoso de sousa
+1 #2 Gean Cardoso de sousa 11-09-2013 19:10
tema bastante interessante, meus parabéns
 
 
Luiz C. B. Cordeiro
-1 #1 Luiz C. B. Cordeiro 05-07-2013 15:29
Vocês tem dds em formato de slide e ou filmes?! Preciso neste formato, pois é mais interessante!